FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA

Notícias

RETRATAÇÃO PÚBLICA

6-06-2017

No segundo semestre de 2016, a FLD foi criminosamente atacada nas redes sociais, acusada de fraude, corrupção, desvio de recursos e financiamento de partido político, com opiniões odiosas contra a sua política de justiça de gênero, suas relações ecumênicas e inter-religiosas e posições públicas sobre democracia e direitos humanos. As calúnias e difamações extrapolaram o limite da crítica, tão necessária à democracia e ao princípio da liberdade de expressão. Na oportunidade, a FLD emitiu nota pública sobre as acusações – disponível em http://bit.ly/2sdkXNW

Mediante o cenário de aprofundamento da cultura de ódio e da característica criminosa das acusações proferidas contra a FLD, sua Diretoria decidiu por uma interpelação judicial, e posteriormente por uma ação de indenização por danos extrapatrimoniais. A audiência ocorreu no dia 30 de maio de 2017, tendo como resultado uma Retratação Pública e uma indenização. 

Seguimos com convicção e coragem naquilo que acreditamos e realizamos.

Por isso, também seguimos insurgentes em tempos tão difíceis para os direitos humanos e ambientais, tempos de terríveis crueldades ao povo pobre e aos territórios tradicionais. 

Leia aqui a retratação.

RETRATAÇÃO PÚBLICA

Eu, Marcelo Siqueira Gonçalves, brasileiro, casado, empresário, inscrito no CPF/MF sob o nº 634.908.979-00, residente e domiciliado na Rua Badia Badui Gibran, nº 766/fundos, bairro Bom Jesus, em Rio Negro (PR), pela presente RETRATAÇÃO PÚBLICA, decorrente de acordo homologado pelo Excelentíssimo Senhor Juiz de Direito da Vara Cível da Comarca de Rio Negro (PR), Dr. Rodrigo de Lima Mossimann, nos autos do processo nº 0000909-78.2017.8.16.046, movido contra mim, pela Fundação Luterana de Diaconia - FLD, entidade sem fins lucrativos, que tem por finalidade a promoção do desenvolvimento social e o combate à pobreza, através do apoio e acompanhamento a projetos de grupos organizados da sociedade civil que promovam a qualidade de vida, cidadania e justiça social, venho, com respeito e acatamento, expressar o quanto segue:

(1) No segundo semestre de 2016, tomei parte em ofensa à honra e à imagem da Fundação Luterana de Diaconia - FLD, acusando-a de corrupção, de desvio de recursos e de realizar financiamento a partido político, e criticando a sua política de justiça de gênero, sua participação em espaços ecumênicos e de diálogo inter-religioso e seus posicionamentos em defesa da democracia e dos direitos humanos. As calúnias e as difamações foram por mim veiculadas nas redes sociais, causando prejuízo e desgaste à imagem institucional da FLD;

(2) Reconheço, hoje, o meu erro, por ter extrapolado o limite da crítica necessária e própria ao ambiente democrático, fomentando, involuntariamente, a cultura do ódio e incidindo em conduta reprovável e criminosa, motivo pelo qual me retrato perante o poder judiciário e, especialmente, à FLD;

(3) Indenizo, pois, os danos sofridos pela FLD, pela celebração de acordo judicial.

(4) Comprometo-me, assim, com a ampla divulgação desta RETRATAÇÃO PÚBLICA.

Atenciosamente,
Marcelo Siqueira Gonçalves
CPF/MF nº 634.908.979-00